Thiago de Aragao

Archive for novembro \30\UTC 2007|Monthly archive page

Venezuela rompe relacionamento com Colômbia

In Colômbia, Venezuela on novembro 30, 2007 at 10:50 am

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, anunciou o rompimento das relações com o governo colombiano. De acordo com ele, “enquanto Álvaro Uribe for presidente da Colômbia não manterá nenhum tipo de relação com o país”.A decisão do venezuelano deverá aumentar a crise diplomática entre os dois países. As divergências entre Venezuela e Colômbia começaram desde que Uribe decidiu encerrar a mediação que Chávez realizava com as FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia).

Como os empresários colombianos exportam muitos produtos para a Venezuela, a decisão de Hugo Chávez está gerando preocupações entre eles. A forte reação do presidente venezuelano está relacionada também a seus objetivos políticos dentro do continente.

O sucesso da mediação teria potencial para amenizar o isolamento a que ele está submetido. Com a suspensão por parte da Colômbia, Chávez tende a ficar mais isolado dentro da América Latina.

(Equipe Arko América Latina – americalatina@arkoadvice.com.br)

Anúncios

COLÔMBIA: Governo e oposição discursam contra Chávez

In Colômbia, Venezuela on novembro 30, 2007 at 10:49 am

A crise diplomática entre Colômbia e Venezuela está apenas começando. Ontem, congressistas aliados e opositores do presidente colombiano, Álvaro Uribe, fizeram fortes críticas a Hugo Chávez e pediram aos cidadãos venezuelanos para votarem “NÃO” no referendo do dia 2 de dezembro.De acordo com a agência Afp, o senador José Darío Salar, do partido Conservador (aliado de Uribe), “pediu que os cidadãos votem não ao projeto expansionista que ameaça a propriedade privada, a democracia participativa e a economia”.

Juan Manuel Galán (partido Liberal, opositor de Uribe), por sua vez, afirmou que “as declarações de Chávez são irresponsáveis e agressivas”.

A crise entre Colômbia e Venezuela foi deflagrada após Uribe suspender a mediação que Chávez realizava com as FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) para conseguir um acordo humanitário.

(Equipe Arko América Latina – americalatina@arkoadvice.com.br)

PARAGUAI: Duarte Frutos nomeia novo ministro da Defesa

In Paraguai on novembro 30, 2007 at 10:48 am

Um novo ministro da Defesa foi nomeado nesta terça-feira (27) pelo presidente do Paraguai, Nicanor Duarte Frutos. O procurador-geral do Estado, Nelson Mora, irá ocupar o cargo ministerial. As informações foram divulgadas pela agência Ansa.O ex-embaixador do Paraguai na Colômbia, Mora, substituirá Roberto González, um dos homens de confiança de Duarte Frutos, que retornou ao Senado para dedicar-se a atividades políticas tendo em vista as próximas eleições nacionais, que ocorrerão em 20 de abril de 2008.

O Partido Colorado, no poder há 60 anos ininterruptos, se dedicará à corrida eleitoral, pois, segundo as pesquisas de opinião divulgadas recentemente no país, o ex-bispo Fernando Lugo (da oposição) continua à frente na disputa eleitoral.

Já uma pesquisa realizada entre os dias 9 e 16 deste mês, em onze departamentos do país, e publicada no último dia 20 pela imprensa local apontou que Lugo continua na liderança das intenções de voto, com 43,5% dos votos, caso as eleições ocorressem hoje e se o ex-bispo tivesse como adversário o pré-candidato colorado Luis Castiglioni.

(Equipe Arko América Latina – americalatina@arkoadvice.com.br)

Brasil reconhecido como líder regional

In Brasil, EUA on novembro 30, 2007 at 10:48 am

Em uma moção elaborada pela Câmara dos Deputados dos EUA, lida em Plenário pelo senador Aloizio Mercadante (PT-SP), o Brasil foi classificado como “líder regional e parceiro”, e reconhecido pelo seu esforço na “trilha para o desenvolvimento”, especialmente pela mudança da matriz energética e pela posição de preservação das florestas. As informações foram divulgadas pelo jornal do Senado.De acordo com o texto da Resolução 651, o presidente norte-americano, George W. Bush, deve continuar a aprofundar o relacionamento bilateral com o Brasil.

A norma reconhece também o papel do Brasil como líder regional e elogia o seu desempenho na liderança da missão das Nações Unidas para estabilização do Haiti.

(Equipe Arko América Latina – americalatina@arkoadvice.com.br)

VENEZUELA: Referendo vive desequilíbrio informativo

In Venezuela on novembro 30, 2007 at 10:47 am

Um dos grandes aliados do presidente da Venezuela, Hugo Chávez, para vencer o referendo são os meios de comunicação. Do total de 148 horas de programação, 69% (201 horas) são dedicadas a informar a respeito do “SIM” e 31% (45 horas) para falar sobre o “NÃO”.Segundo a Comissão de Participação Política do CNE (Conselho Nacional Eleitoral), as redes de televisão oficiais destinam 51 horas por dia para falar sobre o “SIM” e apenas 38 minutos para o “NÃO”.

A televisão privada, por sua vez, também tem suas preferências. O “NÃO” recebe 13 horas diárias de espaço e o “SIM”, 8 horas.

Veja abaixo, o desequilíbrio informativo:

EMISSORAS COMERCIAIS: Sim (7,59%) x Não (13,44%)

EMISSORAS OFICIAIS: Sim (51,16%) x Não (0,38%)

EMISSORAS DE RÁDIO: Sim (16,44%) x Não (7,12%)

(Equipe Arko América Latina – americalatina@arkoadvice.com.br)

BOLÍVIA: Aumenta radicalização política no país

In Bolívia on novembro 30, 2007 at 10:46 am

Em meio à greve convocada por seis dos nove departamentos do país, os partidários do presidente Evo Morales (Bolívia) aprovaram mais uma medida sem a presença da oposição. As informações foram divulgadas pela BBC Brasil.Ontem, foi aprovado o projeto que concede R$ 40 para pessoas acima de 60 anos. Os recursos sairão dos departamentos mais ricos.

De acordo com a imprensa local, isso é mais um ingrediente para aumentar a radicalização política que se instalou na Bolívia, desde o último domingo.

O jornal “El Deber” de Santa Cruz, informou que a oposição foi impedida de entrar no Congresso, pois grupos indígenas cercaram o parlamento.

(Equipe Arko América Latina – americalatina@arkoadvice.com.br)

VENEZUELA: Chávez tentará vencer o referendo de qualquer forma, diz a Igreja

In Venezuela on novembro 29, 2007 at 10:57 am

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, tentará vencer “de qualquer forma” o referendo de domingo sobre as reformas constitucionais, advertiu nesta terça-feira (27) o vice-presidente da Conferência Episcopal da Venezuela, Roberto Luckert León. Segundo o líder da Igreja Católica no país sul-americano, Chávez tem apoio de grande parte da população graças ao seu “cheque em petrodólares”. As informações foram divulgadas pela agência Efe.Já o arcebispo da cidade de Coro acredita que Chávez possa sofrer uma grande derrota no plebiscito, que colocará para votação questões polêmicas como reeleição presidencial indefinida, propriedade privada e informação. As últimas pesquisas mostram que o “não” da oposição vencerá. No entanto, León ressaltou que a oposição tem contra ela a instituição federal, todo o governo e todos os poderes.

O presidente, por sua vez, manifestou ontem, em comício, confiança na vitória no domingo, e disse esperar que a oposição conteste o resultado.

(Equipe Arko América Latina – americalatina@arkoadvice.com.br)

Desenvolvimento da região pode ser prejudicado por aquecimento global

In América Latina on novembro 29, 2007 at 10:56 am

O RDH (Relatório de Desenvolvimento Humano) 2007-2008 do PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento), divulgado nesta terça-feira (27) revela que os efeitos das alterações climáticas na América Latina e Caribe poderão paralisar ou retroceder o desenvolvimento da região. As informações foram divulgadas pela agência G1.As fortes relações existentes entre a luta contra a pobreza e as iniciativas contra o impacto das mudanças climáticas são apontadas como a causa desse processo. “Combater as alterações climáticas: solidariedade humana num mundo dividido” é o título do relatório do PNUD deste ano.

Os mais pobres serão os mais afetados e os que terão menos recursos para enfrentar os impactos climáticos previstos, segundo o relatório. Ao se comparar a situação dessas famílias com outras de rendimento elevado, esse fato torna-se mais evidente, pois as mais ricas dispõem de mecanismos de proteção, como seguro, poupança e acesso a empréstimos.

De acordo com o diretor de desenvolvimento humano do PNUD, Kevin Watkins, a situação pode estar chegando a um ponto crítico que pode levar a um retrocesso da humanidade em saúde e educação, o que seria um péssimo legado a deixar para as futuras gerações. A declaração foi feita nesta terça-feira (27), no lançamento do relatório em cerimônia no Palácio do Planalto.

Ele ressaltou ainda que são os países pobres os mais prejudicados pela emissão de gás carbônico pelas nações ricas. “Não foram os pobres que criaram a mudança climática, mas são os pobres que estão pagando um preço alto pelas mudanças climáticas”, acrescentou Waktins.

(Equipe Arko América Latina – americalatina@arkoadvice.com.br)

Brasil aumentará em até 50% gastos com material bélico, segundo El País

In América Latina, Brasil on novembro 29, 2007 at 10:55 am

O jornal espanhol “El País”, em reportagem publicada nesta segunda-feira (26), afirmou que “o Brasil optou por dar uma virada significativa em sua política de defesa” com “mais armas e de melhor qualidade para ter mais peso político na América Latina”. As informações foram divulgadas pela BBC Brasil.Segundo a reportagem, o governo de Lula, junto à cúpula militar do país, se encontra elaborando um plano estratégico que virá à luz no começo de 2008, baseado no aumento de até 50% dos gastos em material bélico, uma reorganização das defesas fronteiriças e costeiras e a elevação do papel de principal referência como árbitro nos conflitos que possam surgir no subcontinente.

Ao contrário de outros países da região que recentemente anunciaram um programa de rearmamento militar, como a Venezuela e o Chile, “os brasileiros não empregarão a maior parte deste dinheiro em compras no mercado internacional de armas, mas sim desenvolverão uma indústria bélica própria que, além de garantir uma dependência menor de sistemas estrangeiros, colocará o Brasil como referência para outros países na hora de fazer suas próprias aquisições”, relatou o diário europeu.

(Equipe Arko América Latina – americalatina@arkoadvice.com.br)

PERU: Governo do país visita Brasil para conhecer programas sociais

In Brasil, Peru on novembro 29, 2007 at 10:55 am

Uma comitiva de integrantes do governo do Peru visita o Brasil, ao longo dessa semana, com o objetivo de conhecer as experiências brasileiras de programas sociais, em especial a gestão do Bolsa Família, no entendimento da equipe. As informações foram divulgadas pela agência Brasil.O Peru começou a implementar, no segundo semestre de 2006, um programa de transferência de renda com condicionalidades que envolvem, por exemplo, educação e saúde, assim como ocorre com o Bolsa Família. A iniciativa, batizada de Juntos, atende atualmente 400 mil famílias.

De acordo com o vice-ministro da Mulher e do Desenvolvimento Social do Peru, Víctor Enrique Torres Cornejo, há também o interesse em ver como são os programas específicos, como o de segurança alimentar, de combate à desnutrição, de atenção aos povos tradicionais e de igualdade de oportunidade entre as mulheres”. Os peruanos ainda querem saber como é compartilhada a gestão dos programas sociais do governo federal com estados e municípios.

A delegação peruana permanece em Brasília até hoje, onde participará de um seminário com integrantes do governo federal. Depois segue para municípios de São Paulo, onde conhecerá na prática programas como o de PAA (Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar), restaurantes populares e Centros de Referência de Assistência Social.

(Equipe Arko América Latina – americalatina@arkoadvice.com.br)