Thiago de Aragao

Archive for the ‘Especial’ Category

www.thiagodearagao.com.br

In América Latina, America Central, Argentina, Artigos, Banco do Sul, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Conflito Colômbia-Venezuela-Equador, Costa Rica, Cuba, Entrevista, Equador, Especial, EUA, México, Mercosul, Panama, Paraguai, Peru, Sugestão de Leitura, Uruguai, Venezuela on outubro 24, 2008 at 12:41 pm

Caros Leitores,

O Blog Visao Latino-Americana mudou de endereco! Ele esta muito mais moderno e bonito! As informacoes serao atualizadas no novo site; WWW.THIAGODEARAGAO.COM.BR 

Aguardo a visita de voces, com criticas, sugestoes e participacoes! Quem desejar submeter artigos, serao muito bem vindos!

Logo todo o arquivo estara no novo site: http://www.thiagodearagao.com.br

Abraco,

 

Thiago de Aragao

Anúncios

DIRETO DE BRASÍLIA: Senado discute acordo energético entre Brasil e Bolívia

In América Latina, Bolívia, Brasil, Especial on novembro 14, 2007 at 3:22 pm

A CI (Comissão de Serviços de Infra-Estrutura) do Senado Federal realizou hoje (13) uma audiência pública para tratar do acordo energético entre Brasil e Bolívia para fornecimento de gás. Participaram da reunião o ministro de Minas e Energia, Nelson Hubner, e o presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli. As duas autoridades foram convidadas a prestar esclarecimentos sobre o acordo. O debate foi sugerido pelos senadores Marconi Perillo (PSDB-GO) e Renato Casagrande (PSB-ES). As informações foram divulgadas pela agência Senado.Preocupados com uma possível crise energética no Brasil, os senadores propuseram esse debate, esclareceu a assessoria do senador Renato Casagrande. A audiência teve, portanto, a finalidade de trazer o governo ao Senado para explicar a política energética brasileira.

A expectativa é que o novo acordo energético entre Brasil e Bolívia seja assinado em dezembro, durante o encontro do presidente Luiz Inácio Lula da Silva com o presidente da Bolívia, Evo Morales.

A economia do país também foi tratada na audiência, pois os senadores queriam ouvir explicações das autoridades presentes a respeito desse tema. De acordo com a assessoria, os requerentes da audiência estavam preocupados com a possibilidade de empresas, nacionais ou estrangeiras, deixarem de fazer investimentos por medo do risco de apagão energético.

A comissão reúne-se ainda nesta tarde para deliberar a respeito da recondução de Haroldo Lima ao cargo de diretor-geral da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis). A indicação, da Presidência da República, tem como relator o senador Valdir Raupp (PMDB-RO).

(Equipe Arko América Latina – americalatina@arkoadvice.com.br)

Direto de Brasília: Entendimentos divergentes sobre Venezuela

In Especial on outubro 29, 2007 at 7:13 pm

No momento da discussão do parecer do relator deputado Dr. Rosinha (PT-PR) à Mensagem 82/07, do Executivo, que ratifica o protocolo de adesão da Venezuela ao Mercosul, o governo e a oposição divergiram sobre a entrada do país ao bloco. Durante a reunião da CREDN (Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional) na qual era tratada a matéria, o principal argumento da oposição foi o de que muitos pontos do acordo ainda estavam sem solução e era preciso mais tempo para discutir o assunto.

Já entre os deputados da base aliada, o argumento foi o de que o adiamento da ratificação do acordo prejudicaria todo o esforço da diplomacia brasileira para consolidação e ampliação do Mercosul. O líder do governo, deputado Henrique Fontana (PT-RS), por exemplo, argumentou que, no caso do acordo inicial para a criação do Mercosul, muitos ajustes técnicos foram feitos posteriormente.

Com 15 votos a favor e uma abstenção, o parecer do relator foi aprovado na reunião ordinária da CREDN desta quarta-feira (24). O PSDB e o DEM entraram em obstrução e, conseqüentemente, os parlamentares dessas legendas não votaram, apesar de estarem presentes à reunião.

A matéria ainda será analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania e pelo Plenário da Câmara. A CREDN deliberou durante cinco horas e meia de debates.

(Equipe Arko América Latina – americalatina@arkoadvice.com.br)

Banco do Sul é para desenvolvimento e FMI para as crises, diz Mantega

In Especial on outubro 22, 2007 at 7:27 pm

O ministro da Fazenda do Brasil, Guido Mantega, afirmou ontem em Washington que o “Banco do Sul será para financiar projetos em infra-estrutura e, para as crises, permanece o FMI (Fundo Monetário Internacional)”.

De acordo com a BBC Brasil, os comentários foram feitos pelo ministro na sede do fundo, após encontro com o presidente do FMI, Rodrigo Rato. “A criação do Banco do Sul não impede que continuemos pegando empréstimos e tendo uma colaboração estreita com outros organismos”, ressaltou Mantega.

O ministro classificou o Banco do Sul como de suma importância. Entretanto, ele entende que falta definir alguns pontos: as regras; participação acionária dos membros; como será dirigido; e quais os princípios para liberar os projetos.

(Equipe Arko América Latina – americalatina@arkoadvice.com.br)

Prêmio “Excelência Pública 2007” da Revista América Economia

In Especial on outubro 19, 2007 at 7:32 pm

A prestigiada revista América Economia publicou a lista dos vencedores do prêmio “Excelência Pública 2007”. Segue a lista dos vencedores:

Redução de Pobreza
Carlos Arturo Betancur
Prefeito de Itagui, Colômbia

Educação
Enrique Doger Guerreiro
Prefeito de Puebla, México

Igualdade entre Gêneros
Marcelo Ebrard Casaubon
Chefe de Governo, Cidade do México, México

Redução da Mortalidade Infantil
Sergio Fajardo
Prefeito de Medellín, Colômbia

Melhoras na Saúde Materna
Honorio Galvis
Prefeito de Bucaramanga, Colômbia

Prevenção de Redução de HIV/AIDS
Angel Almanzar Valdez
Secretário Nacional de Saúde, República Dominicana

Sustentabilidade Ambiental
Paco Moncayo
Prefeito de Quito, Equador

Desenvolvimento Econômico e Geração de Emprego
Nathalei Cely
Ministra de Coordenação de Desenvolvimento Social, Equador

A votação para eleger essas personalidades é feita por um juri composto por membros das seguintes entidades:

Secretaria para o Desenvolvimento Integral (SEDI) da Organização dos Estados Americanos (OEA)

Centro Internacional de Formação de Autoridades Locais (Cifal)

Instituto de Nações Unidas para a Formação e Investigação (Unitar)

Corporação Andina de Fomento (CAF)

Instituto Internacional de Metrópoles

Federação Latino-Americana de Cidades, Municípios e Associações (Flacma)

É interessante notar como não temos nenhum brasileiro entre os vencedores. Interessante e triste. Como líder e potência econômica, nossa capacidade de exportar exemplos e modelos administrativos está cada vez menor.

ESPECIAL BANCO DO SUL: Entenda como funcionará a instituição

In América Latina, Especial on outubro 10, 2007 at 12:07 pm

MISSÃO: O Banco do Sul buscará acumular recursos para enfrentar eventuais crises financeiras e impulsionar projetos de desenvolvimento sem necessidade de pedir a organismos multilaterais de crédito.

MEMBROS: Argentina, Brasil, Bolívia, Equador, Paraguai, Uruguai e Venezuela

FUTUROS PARTICIPANTES: Peru e Chile

SEDE: Será na Venezuela. Também haverão subsedes em Buenos Aires (Argentina) e La Paz (Bolívia)

FUNDAÇÃO: A ata de fundação do Banco do Sul será submetida à apreciação de cada presidente. Ela deverá ser aprovada formalmente no dia 3 de novembro, em Caracas (Venezuela). Após isso, existe um prazo de 60 dias para a definição do banco.

DECISÃO: Cada país terá direito a um foto no Conselho de Administração do banco, em cuja composição haverá ministros da Fazenda de cada membro. No entanto, a diretoria executiva será definida de acordo com o montante aplicado por cada país. Não há ainda uma definição de quanto cada nação investirá.

(Equipe Arko América Latina – americalatina@arkoadvice.com.br)

ESPECIAL PARLAMENTO DO MERCOSUL: Brasil elege vice-presidentes

In Especial, Mercosul on outubro 10, 2007 at 12:06 pm

Além dos três presidentes eleitos para as comissões do Parlamento do Mercosul, o Brasil elegeu dois senadores como vice-presidente em outras duas. O senador Romeu Tuma (DEM-SP) foi eleito vice-presidente da Comissão de Assuntos Interiores, Segurança e Defesa. Inácio Arruda (PCdoB-CE), por sua vez, agora é o vice-presidente da Comissão de Infra-Estrutura, Transportes, Recursos Energéticos, Agricultura, Pecuária e Pesca.

Entre as prioridades de Tuma está a integração das polícias dos países que compõe o Mercosul. Pretende-se, por meio da troca de informações, facilitar o combate a crimes, tráfico de drogas, roubo e furto de veículos.

Já Inácio Arruda defendeu a realização de um seminário sobre integração energética, no Chile. O objetivo seria a discussão de como fortalecer os marcos regulatórios, de modo a garantir tranqüilidade aos países que dependem da importação de energia.

(Equipe Arko América Latina – americalatina@arkoadvice.com.br)

ESPECIAL PARLAMENTO DO MERCOSUL: Brasileiros presidem Comissões

In Brasil, Especial, Mercosul on outubro 10, 2007 at 12:02 pm

O Parlamento do Mercosul elegeu ontem suas dez comissões temáticas permanentes. Entre os dez presidentes eleitos, três são brasileiros: a senadora Marisa Serrano (PSDB-MS), e os deputados César Schirmer (PMDB-RS) e José Paulo Tóffano (PV-SP).

Maria Serrano foi eleita para a presidência da Comissão de Educação, Cultura, Ciência Tecnologia e Esporte; César Schirmer para a Comissão de Assuntos Econômicos, Financeiros, Comerciais Fiscais e Monetários; e José Paulo Tóffano para a Comissão de Desenvolvimento Regional Sustentável, Ordenamento Territorial, Moradia, Saúde, Meio Ambiente e Turismo.

A senadora afirmou que entre seus objetivos está o estimulo ao intercâmbio de estudantes universitários dos países que compõem o bloco.

Veja as comissões permanentes do Parlamento do Mercosul:

– Comissão de Assuntos Jurídicos e Institucionais
– Comissão de Assuntos Econômicos, Financeiros, Comerciais, Fiscais e Monetários
– Comissão de Assuntos Internacionais, Inter-regionais e de Planejamento Estratégico
– Comissão de Educação, Cultura, Ciência, Tecnologia e Esporte
– Comissão de Trabalho, Políticas de Emprego, Seguridade Social e Economia Social
– Comissão de Desenvolvimento Regional Sustentável, Ordenamento Territorial, Moradia, Saúde, Meio Ambiente e Turismo
– Comissão de Cidadania e Direitos Humanos
– Comissão de Assuntos Interiores, Segurança e Defesa
– Comissão de Infra-Estrutura, Transportes, Recursos Energéticos, Agricultura, Pecuária e Pesca
– Comissão de Orçamento e Assuntos Internos

(Equipe Arko América Latina – americalatina@arkoadvice.com.br)

ESPECIAL BANCO DO SUL: Caracas será sede da instituição financeira

In Banco do Sul, Especial on outubro 10, 2007 at 12:01 pm

A proposta que cria o Banco do Sul foi preparada ontem pelos ministros da Fazenda do Brasil, Argentina, Bolívia, Equador, Paraguai, Uruguai e Venezuela. Os países acertaram que a criação da organização deverá ser assinada no dia 3 de novembro, em Caracas (Venezuela), e terá a capital como sede.

O Banco do Sul nasce com o objetivo de financiar projetos de desenvolvimento e integração na América do Sul. Caracas foi escolhida como sede, pois a criação da instituição decorreu de uma proposta levantada pelo presidente Hugo Chávez.

No entanto, não está definido ainda qual o aporte financeiro que cada um dos países dará ao Banco.

(Equipe Arko América Latina – americalatina@arkoadvice.com.br)

ESPECIAL BANCO DO SUL: Entidade será criada dia 03/11

In Banco do Sul, Especial on outubro 9, 2007 at 1:46 pm

O ministro de Finanças da Venezuela, Rodrigo Cabezas, afirmou que a ata fundamental do Banco do Sul será assinada em uma reunião presidencial dos países membros no dia 3 de novembro em Caracas (Venezuela).

De acordo com a agência Efe, as declarações do venezuelano foram dadas durante a reunião dos ministros da Economia e Finanças dos países membros da organização. A reunião está ocorrendo no Rio de Janeiro (Brasil).

Nos debates de ontem, houve um consenso total a respeito da criação do Banco do Sul. Entretanto, ainda não foi definido qual será o montante que cada país destinará.
Estão participando dos debates os ministros da Argentina, Brasil, Bolívia, Equador, Paraguai, Uruguai e Venezuela.

O Banco do Sul tem como principal objetivo o financiamento do desenvolvimento econômico e social dos países da Unasul (União da Nações Sul-americanas). Visa também ao fortalecimento da integração, à redução das assimetrias entre as economias e à promoção da distribuição eqüitativa dos investimentos.

(Equipe Arko América Latina – americalatina@arkoadvice.com.br)