Thiago de Aragao

Posts Tagged ‘situação politica’

PARAGUAI: Fernando Lugo diz que não expulsará brasiguaios

In Paraguai on outubro 17, 2008 at 1:22 pm

O presidente do Paraguai, Fernando Lugo, afirmou que “não há qualquer intenção de expulsar os “brasiguaios” de seu país. Segundo a agência Ansa, a declaração do chefe de Estado paraguaio foi uma resposta à preocupação do Brasil em relação aos chamados “brasiguaios”.As informações são que eles estariam supostamente sendo perseguidos por dirigentes campesinos paraguaios. Os “brasiguaios” são acusados de ocupar as terras dos pequenos agricultores.

Mesmo reconhecendo a existência de brasileiros com problemas de comunicação, Lugo disse que fará o possível para regularizar a situação.

 

(Equipe Arko América Latina – americalatina@arkoadvice.com.br)

Anúncios

Venezuela: Eleições municipais a vista

In Venezuela on abril 10, 2008 at 7:30 pm

Com o objetivo de formar alianças entre os apoiadores do presidente da Venezuela, Hugo Chávez, para as eleições de prefeitos e governadores marcadas para o dia 23 de novembro, o PSUV (Partido Socialista Unido da Venezuela) começa a discutir esse assunto. Apesar do vice-presidente do partido, Alberto Muller Rojas, enfatizar que o tema das candidaturas não é prioridade, o PCV (Partido Comunista da Venezuela) e o PPT (Pátria Para Todos) esperam que essa questão seja definida para a construção das alianças e a definição dos candidatos. Para o secretário-geral do PPT, José Albornoz, “é importante a construção de propostas que possam ser executadas”. Essa disputa regional será importante para o governo e a oposição organizarem suas bases partidárias visando a sucessão de Hugo Chávez. Enquanto o governo busca ampliar seu controle sobre o sistema político, a oposição pretende derrotar o chavismo em redutos estratégicos e construir uma candidatura com perspectivas de vitória.

Chávez reiterou a necessidade de seus aliados conservarem os governos e prefeituras obtidas pelo governo nas eleições regionais e municipais do dia 23 de novembro. Ele também pediu que seus partidários evitassem disputas entre si para decidir quem será o representante do chavismo. De acordo com o venezuelano, o PSUV (Partido Socialista Unido da Venezuela) está começando os trabalhos para eleger governadores e prefeitos. Chávez anunciou também que no dia 29 de março os batalhões do PSUV começarão a organizar suas equipes políticas regionais para a disputa de novembro. Além de manter os atuais postos de comando, o grande objetivo do chavismo é a conquista do Estado de Zuliá, hoje nas mãos da oposição. Na avaliação do presidente venezuelano, a oposição utilizará a disputa de novembro como o primeiro passo para tirá-lo do poder.