Thiago de Aragao

Posts Tagged ‘Fernando Lugo’

BRASÍLIA: Revisão do Tratado de Itaipu aumenta preço da energia

In Brasil, Paraguai on abril 28, 2008 at 6:54 pm

Em discurso realizado ontem no Plenário, o senador Gerson Camata (PMDB-ES) lembrou que, em 1976, quando era deputado federal, alertou que a concretização da usina binacional de Itaipu poderia trazer problemas para o Brasil e criar “uma encrenca secular e internacional” para o país. Assinado em 1973, o Tratado de Itaipu vale até 2023. As informações foram divulgadas pela agência Senado.

De acordo com Camata, o Paraguai não tinha, naquela época, e até hoje não tem, a personalidade jurídica de país assentado para assinar um acordo que fosse durar tantos anos. No seu entendimento, o presidente eleito do Paraguai, Fernando Lugo, usou, de maneira demagógica, a promessa de revisão do tratado durante sua campanha.

O parlamentar advertiu também aos consumidores brasileiros que eles pagarão mais pela energia elétrica para dar mais dinheiro para o Paraguai, para reforçar a demagogia do ex-bispo que acaba de se eleger lá.

“Caso o Brasil aceite revisar o tratado, deveria exigir algo em troca do Paraguai, como uma fiscalização mais eficiente da fronteira entre os países”, afirmou o peemedebista. Acrescentou ainda que armamentos seriam contrabandeados pela fronteira do Paraguai com o Brasil e acabariam em poder de criminosos de todo o país, principalmente do Rio de Janeiro, de São Paulo e Espírito Santo. Além disso, drogas também passariam pela fronteira paraguaia em direção ao Brasil, alertou.

(Equipe Arko América Latina – americalatina@arkoadvice.com.br)

Anúncios

BRASÍLIA: Senador diz que debate sobre Itaipu ameaça projeto hidrelétrico

In Paraguai on abril 28, 2008 at 6:53 pm

O senador Delcidio Amaral (PT-MS) afirmou ontem que uma revisão do Tratado de Itaipu iria provocar ações dos legislativos do Brasil e do Paraguai. O debate poderá levar, segundo ele, a “explicações de difícil entendimento” e pôr em risco um dos projetos hidrelétricos mais exitosos da América do Sul e do mundo. As informações foram divulgadas pela agência Senado.

“Itaipu não é um negócio, mas uma grande obra de engenharia financeira e de relação diplomática entre dois países”, ressaltou o parlamentar. No seu entendimento, a usina não foi concebida sob ótica negocial, mas sim como um grande projeto de geração de energia em que o Paraguai é visto como um país irmão, levando-se em conta as assimetrias existentes entre os dois países à época da assinatura do acordo.

De acordo com Amaral, o foco de Itaipu é mais amplo, a administração é competente e garante ao Paraguai a auto-suficiência energética. Acrescentou também que o Paraguai tem direito à metade da geração de Itaipu, que é hoje a usina com a maior potência instalada do mundo, que agregou uma série de tecnologias que servem hoje de referência para as demais barragens brasileiras e do mundo.

O parlamentar ressaltou ainda que a discussão sobre o tratado não pode ser politizada, referindo-se à recente campanha eleitoral paraguaia. E contestou informações divulgadas pela imprensa de que o Brasil pagaria apenas US$ 3 ao Paraguai pelo megawatt/hora da energia gerada pela usina. “É preciso derrubar esses argumentos. Pagamos US$ 42,5 por megawatt/hora, acrescidos de US$ 3, pela remuneração por cessão de energia. O discurso político é equivocado e fora da realidade. Itaipu trouxe otimização energética, navegabilidade. Se existem espaços a avaliar, vamos discutir isso, mas não mexer em um tratado exitoso”, afirmou, apontando que 95% da economia de Itaipu é consumida pelo Brasil e o restante pelo Paraguai.

José Agripino (DEM-RN), Renato Casagrande (PSB-ES) e Tião Viana (PT-AC) apoiaram o pronunciamento, em apartes.

(Equipe Arko América Latina – americalatina@arkoadvice.com.br)

PARAGUAI: Lugo insiste em denúncias contra o Partido Colorado

In Paraguai on abril 3, 2008 at 4:17 pm

Fernando Lugo, o ex-bispo e candidato à presidência do Paraguai, reiterou suas acusações contra o Partido Colorado. De acordo com ele, a legenda governista prepara uma fraude para as eleições a fim de manter o poder que já dura mais de 60 anos. “É clara” a intenção dos colorados de sabotar as votações, já que todas as pesquisas o indicam como favorito para o cargo, declarou Lugo em um debate entre os candidatos presidenciais. As informações foram divulgadas pela agência Ansa.As sondagens já realizadas em diferentes veículos apontam que o ex-bispo vence em todas. Já Blanca Ovelar, candidata do presidente Nicanor Duarte Frutos, e Lino Oviedo se revesam na vice-liderança. Lugo disse que está tranqüilo e otimista, pórem, afirmou que já começou a fraude, ao se referir sobre a mudança dos colégios eleitorais para lugares distantes a fim de dispersar seus possíveis votantes.

“Seis décadas de fraudes não somem de um dia para o outro. “O Partido Colorado não vai deixar de fazer em 2008 o que tem feito há mais de 60 anos”, destacou. Dirigentes da APM (Aliança Patriótica para a Mudança), de Fernando Lugo, denunciaram a divulgação errada dos censos eleitorais, o que afetou cerca de 30 mil pessoas. A demissão de um juiz considerado confiável do Tribunal Eleitoral, supostamente para deixar os colorados com uma possibilidade maior de manipulação também foi mencionada por eles.

Mesmo com as denúncias o processo eleitoral corre tranqüilo até agora, salvo alguns acidentes isolados entre quem apóia um ou outro candidato

(Equipe Arko América Latina – americalatina@arkoadvice.com.br)

SUCESSÃO NO PARAGUAI(1): Conheça os principais candidatos

In Paraguai on março 17, 2008 at 4:08 pm

Tendo em vista a proximidade da eleição presidencial no Paraguai, a equipe Arko América Latina publicará, a partir de hoje, informações sobre os candidatos mais competitivos na disputa que ocorrerá no dia 20 de abril. Veja quem são os presidenciáveis e suas trajetórias políticas.OS CANDIDATOS

– Blanca Ovelar: Será candidata pela Associação Nacional Republicana. Representa o partido Colorado do presidente do Paraguai, Nicanor Duarte Frutos. Tem como candidato a vice Carlos María Santacruz. TRAJETÓRIA POLÍTICA: Foi ministra da Educação por duas oportunidades. Primeiro, no governo de Luis Angel González Macchi (1999-2003) e depois de Nicanor Duarte Frutos (2003-2008). Renunciou ao cargo para dedicar-se à disputa interna entre os colorados.

– Fernando Lugo: Será candidato pela coligação Aliança Patriótica para a Mudança. Tem como candidato a vice Federico Franco Franco, do PLRA (Partido Liberal Radical Autêntico). TRAJETÓRIA POLÍTICA: Iniciou na política em março de 2006 depois de liderar uma caminhada contra o presidente Nicanor Duarte Frutos e a Corte Suprema de Justiça por ter violado a Constituição. Tem vínculo com as organizações campesinas de San Pedro, onde foi bispo da Igreja Católica. Renunciou a essa condição para ser candidato.

– Lino Oviedo: É candidato pelo partido UNACE (União dos Cidadãos Éticos) e tem como candidato a vice o empresário Nicolas Luthold. TRAJETÓRIA POLÍTICA: Foi ex-candidato a presidente pela ANR em 1998, impossibilitado de concorrer devido à tentativa de golpe de Estado em 1996, sendo absolvido em 2007. Após isso, fundou o UNACE. É ex-comandante do Exército.

(Equipe Arko América Latina – americalatina@arkoadvice.com.br)

PARAGUAI: Lugo é recebido por Cristina Kirchner e faz campanha no país

In Argentina, Paraguai on março 12, 2008 at 11:24 am

O candidato à Presidência do Paraguai pela Aliança Patriótica para a Mudança, Fernando Lugo, foi recebido ontem na Casa Rosada (sede do governo argentino) pela presidente da Argentina, Cristina Kirchner. A ida de Lugo a Buenos Aires tem como objetivo fazer campanha para a comunidade paraguaia que reside no país vizinho. 250 mil paraguaios residem na Argentina, mas esse número pode chegar a um milhão, segundo fontes consulares.Fernando Lugo, candidato de oposição ao partido colorado na eleição do dia 20 de abril, é apoiado por uma coalizão de organizações sociais e de esquerda.

De acordo com as últimas pesquisas divulgadas pelos meios de comunicação locais, ele é o favorito para vencer a disputa e por fim a hegemonia de 60 anos dos colorados no Paraguai.

(Equipe Arko América Latina – americalatina@arkoadvice.com.br)

ESPECIAL PARAGUAI (1): Pesquisa indica vantagem para Lugo

In Paraguai on fevereiro 29, 2008 at 12:02 pm

A pesquisa realizada pela empresa COIN (Consummer Inteligente S.A.) indicou que, se for confirmada a baixa participação do eleitorado na disputa presidencial (pouco mais de 60%) como em 2003, Fernando Lugo (candidato da Aliança Patriótica para a Mudança) é o favorito para vencer a eleição de 20 de abril.No entanto, a pesquisa também aponta que governo pode chegar a um empate técnico com a oposição se ocorrer uma baixa participação (em torno de 50%). Assim, quanto maior for a participação, maiores as chances da oposição.

Considerando uma participação superior a 60%, os números foram os seguintes: Fernando Lugo (37,9%), Lino Oviedo (29,7%), Blanca Ovelar (26,9%), Pedro Fadul (2,4%) e (3,1%) votariam em branco.

Na última eleição, em 2003, o comparecimento às urnas foi de 64,29%. Nesse ano, Nicanor Duarte Frutos venceu a disputa com 37,14% dos votos válidos.

(Equipe Arko América Latina – americalatina@arkoadvice.com.br)

PARAGUAI: Lugo quer que Brasil pague mais por energia de Itaipu

In Brasil, Paraguai on fevereiro 27, 2008 at 11:09 am

O favorito na eleição presidencial paraguaia, o ex-bispo Fernando Lugo, pretende rever os termos da Usina Hidrelétrica de Itaipu. Existe no Paraguai uma insatisfação com o destino da quase totalidade dos 45 mil gigawatts; hora por ano destinada para o Brasil. Esse volume representa metade da produção da Itaipu.Os outros dois candidatos fortes na disputa, Blanca Ovelar e Lino Oviedo, também anunciam a pretensão de renegociar pontos do Tratado de Itaipu. Apesar disso, apenas Lugo utiliza com maior intensidade em seus discursos a recuperação da soberania estratégica como proposta. O ex-bispo é o representante da Aliança Patriótica para a Mudança, legenda que une 7 partidos e 11 movimentos sociais.

Lugo também afirma em seus discursos que abrirá negociações para derrubar a exigência que obriga o Paraguai entregar ao Brasil a energia excedente. O ex-bispo ainda sustenta que pretende discutir o “preço de mercado justo”. A meta do candidato de oposição é elevar o retorno anual de US$ 200 milhões para US$ 1,8 bilhão.

Embora negue a inspiração em Evo Morales (presidente da Bolívia), lideranças políticas que apóiam Lugo ressaltam a decisão boliviana de mudar os contratos de exploração e produção de gás, aumentando o volume de recursos que ingressam na economia local.

(Equipe Arko América Latina – americalatina@arkoadvice.com.br)

PARAGUAI: Proximidade com Duarte Frutos prejudica Blanca Ovelar

In Paraguai on fevereiro 27, 2008 at 11:03 am

As maiores dificuldades de crescer a campanha de Blanca Ovelar (candidata do partido colorado) deve-se à sua proximidade com o presidente do Paraguai, Nicanor Duarte Frutos, e à perda de eleitores no interior do país. A constatação foi feita por um representante do governo, segundo o jornal “ABC Color”.Esta proximidade com o atual presidente faz com que a ex-ministra da Educação não adote um discurso questionador. Como conseqüência, ela não encarna a bandeira da mudança. Embora seja a representante dos colorados, analistas acreditam que seu partido está muito desgastado em razão de estar muito tempo no poder (60 anos).

O jornal paraguaio destaca ainda que os últimos candidatos a presidente dos colorados, mesmo representando o governo, sempre adotaram uma postura mais independente. Esta falta de um discurso alternativo torna Ovelar um apêndice do atual governo.

Quem aproveita isso é Fernando Lugo, candidato de oposição. Ele apresenta-se como mudança e adota um forte discurso contra o governo. Ovelar precisa mudar sua estratégia se quiser ter chances, pois, por melhor que seja um governo, o eleitorado gosta de coisas novas e valoriza quem oferece propostas para o futuro.

(Equipe Arko América Latina – americalatina@arkoadvice.com.br)

PARAGUAI: Desempenho nas pesquisas preocupa partido colorado

In Paraguai on fevereiro 21, 2008 at 10:55 am

Os resultados das últimas pesquisas eleitorais que dão a liderança ao candidato de oposição e ex-bispo, Fernando Lugo, estão preocupando Blanca Ovelar, a representante do partido colorado. Em função disso, o pesquisador Enrique Taka Chase foi convocado pelo comando da campanha para explicar os resultados das sondagens.Segundo ele, a candidata manifestou sua preocupação pelo fato de estar atrás de Lugo na pesquisas. Em alguns casos, Ovelar perde também para Lino Ovelar, amargando assim o terceiro lugar na sucessão presidencial. De acordo com a imprensa local, a versão revelada por Chase foi confirmada pela candidata colorada.

A convocação do pesquisador faz parte da estratégia de Ovelar para avaliar qual tipo de comunicação será mais eficaz para melhorar a imagem da candidata.

(Equipe Arko América Latina – americalatina@arkoadvice.com.br)